sexta-feira, 11 de julho de 2008

Fala, liderança.

Simon, homem de discursos e perdigotos sempre prontos para atacar as iniquidades políticas deste país, sente agora que seu tempo passou. Como é fácil jogar a toalha quando são os seus que chafurdam na lama. Falando em arautos da dignidade política, aonde anda o Vieirinha?

Como cristão, que se considera, Simon faz o mea culpa, hoje em ZH:

- Sinto que o meu tempo já passou. Ando pelo Senado e só tenho vontade de falar com as paredes, com os retratos de Ulysses Guimarães, Tancredo Neves, Teotônio Vilela.

 blog it

Um comentário:

Hélio Sassen Paz disse...

http://heliopaz.wordpress.com/2008/07/13/sabado-dia-20-10h-no-brique/